CONSUMO DE CARNES NO MUNICÍPIO DE BARRA DO GARÇAS –MATO GROSSO

Jordana Belos dos Santos, Henrique Ribeiro Silva, Waldivina Eterna Silveira, Mayk Henrique Santos Oliveira, Eleandro Freitas Barros, Patrícia Gelli Feres Marchi

Resumo


Sabe-se que no Brasil as aquisições de alimentos têm sofrido importantes alterações nas últimas décadas. O objetivo deste trabalho foi avaliar através de entrevistas o perfil do consumidor de Barra do Garças, suas preferências e atributos na compra da carne. Foi constatado que 55,28% tinham de 16 a 25 anos, 61,34% tinham nível de escolaridade superior incompleto, 55,97% eram solteiros, 59,04% preferiam carne bovina, 81,73 % consumiam carne bovina com mais frequência. 62,88 % afirmaram consumir de forma in natura, 40,77 % atribuía a qualidade da carne como fator decisivo na compra e 80,79% consumiam acima de quatro vezes por semana.


Texto completo:

PDF

Referências


ASSUNÇÃO, M. C. F.; DUMITH, S. C.; MENEZES, A. M. P.; ARAÚJO, C. L.; SCHNEIDER, B. C.; VIANNA, C. A.; MACHADO, E. C.; WEHRMEISTER, F. C.; MUNIZ, S. C.; ZANINI, R. V.; ORLANDI, S. P.; MADRUGA, S. W. Consumo de carne por adolescentes no Sul do Brasil. Disponível em:< URI: http://repositorio.furg.br:8080/handle/1/3165>. Acesso em 09 de março de 2015.

BERTASSO, B. F. O consumo alimentar em regiões metropolitanas brasileiras análise da pesquisa de orçamentos familiares/IBGE 1995/96. 2000. 109 p. Dissertação de Mestrado em Economia Aplicada – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2000.

BRANDÃO, F. S. Tendência para consumo da carne Bovina no Brasil. Tese de doutorado apresentada ao programa de Pós Graduação em Agronegócios da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, como requisito parcial para o título de Doutor em Agronegócios.

COELHO, A.B.; AGUIAR, D. R. D. FERNANDES, E. A. Padrão de consumo de alimentos no Brasil. Rev. Econ. Sociol. Rural vol.47 no.2 Brasília Apr./June 2009.

EMBRAPA. Conhecendo a carne que você consome. Qualidade da carne bovina. Campo Grande/MS, 1999.

FILHO, N.S. FILHO, P. F. O Sistema Agroindustrial de Carnes: Competitividade e Estruturas de Governança. Disponível em:< http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/export/sites/default/bndes_pt/Galerias/Arquivos/conhecimento/revista/rev1012.pdf>. Aceso em 05/02/2015.

GARCIA, B. P. EMBARGOS A CARNE BOVINA BRASILEIRA: Estudo de caso no Âmbito dos Acordos Internacionais. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.

MACIEL, M.E. Uma cozinha à brasileira. Rio de Janeiro, 2004.

MONTE, A.L.S.; GONSALVES, H.R.O.; VILLARROEL, A.B.S.; DAMACENO, M.N.; CAVALCANTE, A.B.D. Qualidade da carne de caprinos e ovinos: uma revisão. ACSA – Agropecuária Científica no Semi-Árido, v.8, n.3, p11-17, jul – set , 2012.

PARDI, M.C. SANTOS, I. F.; SOUZA, E. R.; PARDI, H. S Ciência, Higiene e Tecnologia Da Carne. Editora: UFG e Universidade Federal Fluminense (Eduff). Goiânia, 2006.

PINHEIRO, R. S. B.; SOBRINHO, A. G. S.; SOUZA, H. B. A.; YAMAMOTO, S. M.. Qualidade de carnes provenientes de cortes da carcaça de cordeiros e de ovinos adultos. Revista Brasileira de Zootecnia, São Paulo, v.38, n.9, p.1790-1796, 2009.

RIBEIRO, C. S. G.; CORÇÃO, M. O consumo de carne no Brasil: entre valores socioculturais e nutricionais. Demetra: alimentação, nutrição & saúde, 2013.

SCHLINDWEIN, M. M.; KASSOU, A.L. Análise da influência de alguns fatores socioeconômicos e demográficos no consumo domiciliar de carnes no Brasil. Rev. Econ. Sociol. Rural, vol.44 no.3 Brasília July/Sept. 2006.

SCHNEIDER, B. C. Consumo de carnes pela população adulta de Pelotas/RS: quem e como consome. Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia da Universidade Federal de Pelotas como requisito parcial para obtenção do título de mestre. Pelotas, RS, 2010.

SILVA, J.P.; SILVA, L. P. G. Estudo e avaliação do consumidor de carne suína “in natura” e industrializada na microrregião de Guarabira-PB. ACSA - Agropecuária Científica no Semi-Árido, v.05, 57-61, 2009.

TAVARES, T. M.; SERAFINI, A. B. Carnes de hambúrgueres prontas para consumo: aspectos legais e riscos bacterianos. Revista de Patologia Tropical. Vol. 35 (1): 1-21. Jan.-abr. 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.