PERFIL DA POPULAÇÃO DE BARRA DO GARÇAS (MT) EM RELAÇÃO AO CONSUMO DA CARNE OVINA

Jordana Belos dos Santos, Mayk Henrique Santos Oliveira, Henrique Ribeiro da Silva, Patrícia Gelli Feres de Marchi

Resumo


Objetivou-se avaliar o perfil da população de Barra do Garças-MT em relação ao consumo de carne ovina. Para isso, foram aplicados 520 questionários estruturados, sendo 260 em quatro distintos supermercados e 260 em uma Instituição de Ensino Superior ambos localizados na cidade de Barra do Garças –MT. O estudo evidenciou que 77,88% das pessoas já experimentaram a carne de ovinos, 78,27% gostaram da carne, 87,90% não sabem se a carne que consomem possui algum tipo de inspeção, 63,46% comprariam a carne se houvesse disponibilidade e preço e 80,19% não conhecem outro produto de origem ovina, além da carne.


Texto completo:

PDF

Referências


AKUTSU, R.C.; BOTELHO, R. A.; CAMARGO, E. B.; SÁVIO, K. E. O.; ARAÚJO, W.C. Adequação das boas práticas de fabricação em serviços de alimentação. Revista de Nutrição, Campinas, v. 18, n. 3, p. 419-27, maio/jun., 2005.

FIRETTI, R. CARRER, C. C.; SILVA, V.L.; TRINDADE, M. A.; SOUZA, S. C.; SAVASTANO JÚNIOR, H.; RIBEIRO, M. M. L.O. Percepção de consumidores paulistas em relação à carne ovina: análise fatorial por componentes principais. Rev. Bras. Saúde Prod. An., v.11, n.1, p. 1-13 jan/mar, 2010.

BRASIL. Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Acesso em fevereiro de 2015.

IBGE- Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Produção da Pecuária Municipal. Vol.38, Brasil, 2010.

GARCIA, C. A. Ovinocultura e Caprinocultura. Marília: Universidade de Marília, 2004.

GUEDES, T.S. Avaliação das Condições Higiênico- Sanitárias de Cozinhas Hospitalares da Asa Sul do Distrito Federal. Universidade de Brasília Centro de Excelência em Turismo – Pós Graduação Latu Sensu - Curso de especialização em qualidade dos alimentos. Disponível em:< http://bdm.unb.br/bitstream/10483/1025/1/2009_TatianaSerpaGuedes.pdf>. Acesso em 07 de fevereiro de 2015 ás 15:22 H.

LAWRIE, R. A. Ciência da carne. 6. ed. São Paulo: Artmed. 2005.

MADRUGA, M. S; GALVÃO, M. S; COSTA, R. G, et al. Perfil aromático e qualidade química da carne de caprinos Saanen alimentados com diferentes níveis de concentrado. Revista Brasileira de Zootecnia, São Paulo, v.37, n.5, p.936-943, 2008.

MADRUGA, M.S.; SOUZA, W. H.; ROSALES, M. D.; CUNHA, M. G. G. RAMOS, J. L. F. Qualidade da Carne de Cordeiros Santa Inês Terminados com Diferentes Dietas. Revista Brasileira de Zootecnia., v. 34, n. 1, p.309-315 2005.

NETO, A. D. B. Posicionamento estratégico do setor de carnes de caprinos e ovinos no mercado de carnes brasileiro. 3º Simpósio Internacional sobre Caprinos e Ovinos de Corte – 3º SINCORTE, João Pessoa, Paraíba, Brasil, 2007.

OSÓRIO, J. C, S; OSÓRIO, M. T. M; SANUDO, C. Características sensoriais da carne ovina. Revista Brasileira de Zootecnia, São Paulo, v.38, supl. esp, p.292-300, 2009.

PINHEIRO, R. S. B.; SOBRINHO, A. G. S.; SOUZA, H. B. A.; YAMAMOTO, S. M. Qualidade de carnes provenientes de cortes da carcaça de cordeiros e de ovinos adultos. Revista Brasileira de Zootecnia, São Paulo, v.38, n.9, p.1790-1796, 2009.

QUEIROZ, Y. U. et al. Desenvolvimento e avaliação das propriedades físico-químicas de hambúrgueres com reduzidos teores de gordura e de colesterol. Revista Nacional da Carne, v. 338, p. 84-89, 2005.

ROÇA, R. O. Alternativas de aproveitamento de carne ovina. 2005. Disponível em: . Acesso em 08 de março. 2015.

SANTOS, L. C. O. S. et al. Desenvolvimento de hambúrguer de carne de ovinos de descarte enriquecidos com farinha de aveia. Ciência Animal Brasileira, v. 10, n. 4, p. 1128-1134, out./dez. 2009.

SÓRIO, A.; FAGUNDES, M.B.B.; LEITE, R.L.C. Oferta de carne ovina no varejo de Campo Grande (MS): uma abordagem de marketing. Agrarian, v. 1, n. 1, p. 145-156, jul./set. 2008.

ZEOLA, N. M. B. L. Conceitos e parâmetros utilizados na avaliação da qualidade da carne ovina. Revista Nacional da Carne. São Paulo, v. 304. n.25, p.36-56, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.